Fator Digital - Performance e Resultados em Marketing Digital

Remarketing para Instituições de Ensino: Por que você deve usar?

Todo mundo já ouviu em algum momento da vida uma frase motivacional do tipo: “Se não der certo de primeira continue tentando!”. Seja na escola, no trabalho, na vida, essa filosofia motiva as pessoas a continuar até conseguirem o sucesso objetivado. No segmento de marketing, isso não é motivacional, mas sim uma estratégia com base em dados coletados.

Trazendo para o segmento de ensino, temos uma realidade bem prática: Uma grande parte dos potenciais alunos não se inscreve em cursos na primeira vez em que realizam as buscas por uma instituição, porém isso não quer dizer que não irão fazê-lo no futuro.

Há casos onde o aluno permanece buscando por instituições porém sem perder totalmente o interesse de estudar naquela que estava no início de suas pesquisas. Isso significa que esses potenciais alunos poderiam ser engajados novamente para motivá-los a realizarem sua matrícula.

Remarketing começa com engajar novamente com seu público

O conceito do remarketing é o de impactar novamente aquele público que não converteu em seu site – um público altamente relevante e que já teve um contato com sua marca. Esse “banco de dados” de potenciais alunos – no caso de Escolas e Faculdades – é composto por estudantes que demonstraram interesse na instituição porém acabaram desistindo ou simplesmente não se matricularam.

Uma grande parcela das IEs não tem um processo padronizado para “reengajar” potenciais visitantes e muitas ainda acreditam que buscar novos alunos é mais fácil do que engajar aqueles que já tiveram contato com a marca (algo que pesquisas indicam estar beeeem incorreto).

Para uma parcela das instituições o remarketing é uma estratégia essencial de engajamento com seu público, e embora exija muita dedicação e tempo, tem se provado cada vez mais eficiente para matricular alunos do que outros canais mais tradicionais do marketing digital.

Para essas instituições, o remarketing vai ainda mais além dos e-mails ocasionais enviados para a base de conversões, se transformando em uma estratégia baseada em dados (o que chamamos de data driven strategy) e que é constantemente otimizada e testada para melhorar os resultados encontrados.

E como o Remarketing funciona?

Uma estratégia de remarketing tradicional começa com segmentação. Aplicando filtros analíticos você pode verificar, atribuir e categorizar os contatos e acessos ao site, criando uma estrutura baseada no que os visitantes mais tem interesse, encaixando-se perfeitamente à instituição e ao modelo estratégico com maior potencial de matrícula para os alunos.

Para identificar os de maior potencial, sempre recomendamos usar os alunos existentes como um modelo de sucesso, criando assim as buyer personas e entendendo melhor o público prospectado. Você pode cruzar as conversões que não geraram matrícula com o perfil identificado nas buyer personas e assim atribuir um score para ordenar os prospects do maior ou menor (ou melhor ao pior).

Esse funil irá abastecer sua estratégia. Aqueles potenciais alunos mais relevantes, por exemplo, receberão um impacto maior na estratégia de remarketing, com mais e-mails e banners. Já outros, menos inclinados a fechar (de acordo com o perfil), podem receber apenas conteúdos para nutrí-los para o ano seguinte. Essa estratégia também permite à Instituição de Ensino usar seu orçamento de forma mais efetiva.

Personalização é parte essencial no remarketing. Muitas instituições tratam todos os contatos com leads gerados da mesma forma, sem segmentar a comunicação. O remarketing permite personalizar a mensagem, alinhá-la ao público alvo  e garantir que recebam a comunicação mais adequada ao seu interesse.

Mas por que Remarketing para Escolas e Faculdades?

Porque traz ótimos resultados com o público-alvo. Na realidade já vimos casos de ações de remarketing gerando de 20% a 30% mais conversões em matrículas do que prospects iniciais. Com uma estratégia de longo prazo, isso pode reduzir consideravelmente o custo de marketing digital de uma instituição enquanto melhora sua captação de alunos.

E aqui entra outro fator importante: Com uma lista mais relevante, você reduz o investimento e aumenta o faturamento da instituição ao prospectar leads mais qualificados. E ainda pode destinar outra parcela da verba de marketing em ações diferentes ou canais novos.

Lembre-se que o prospect de remarketing é um potencial aluno inativo. Ou seja, ele já esteve fortemente inclinado a estudar na instituição, precisando apenas de um “empurrãozinho” para agir. Talvez essa ação se desenvolva após ver um banner ou receber um e-mail exclusivo, com mais informações sobre o novo campus da faculdade ou sobre uma palestra de abertura de um curso. Relembre-o de sua marca e ele poderá se matricular.

 

Marketing Digital para Instituições de Ensino

EAD: O FUTURO
DO ENSINO NO BRASIL
Um Ebook exclusivo para profissionais de marketing de instituições de ensino.
Um histórico do mercado de Ensino à Distância no Brasil e as principais tendências para o futuro, trazendo indicadores de comportamento do público e como se preparar para captar melhor os alunos.
BAIXE AGORA O EBOOK

Fator Digital

A Fator Digital é formada por uma equipe especializada, criativa e capacitada para executar projetos digitais com foco em resultados.
Atuação completa no planejamento de websites, portais e e-commerces e atuando ainda na gestão de campanhas online através do Google AdWords.

RECEBA NOSSAS NOVIDADES EM PRIMEIRA MÃO!

Preencha seu nome e e-mail abaixo e enviaremos automaticamente as novidades do blog da Fator para você.