Fator Digital - Performance e Resultados em Marketing Digital

Reduzindo o custo por clique no Google Ads: 4 dicas poderosas

Quando se trata da forte concorrência existente no Google Ads, encontrar maneiras de reduzir o CPC (custo por clique) das palavras-chave de sua campanha é uma etapa vital para se tornar competitivo e, finalmente, ter sucesso em seus esforços de marketing de performance. 

Dependendo do seu segmento, produtos e local de destino, o nível de dificuldade para atingir um custo por clique mais baixo pode variar, mas aqui estão algumas dicas gerais que, se aplicadas corretamente, devem ajudá-lo:

1. Lances mais baixos

Reduzir seus lances é a maneira mais básica de diminuir o CPC médio da campanha do Google Ads. Ao diminuir seus lances, você limita o Google a um CPC máximo mais baixo para cobrar por cada clique que sua campanha recebe. 

Caso os anúncios de sua campanha estejam em boa posição, porém a campanha esteja limitada pelo orçamento, você poderá diminuir seus lances, pois lances mais baixos implicariam em um CPC médio mais baixo. Embora a posição também caia um pouco, você ainda pode pagar mais cliques com o mesmo orçamento e pode exibir seus anúncios por mais tempo, aumentando assim sua exposição no Google e sua potencial geração de leads.

Desde a recente introdução e o aprimoramento do aprendizado de máquina (machine learning) e lances automatizados do Google , muitos profissionais de marketing estão gerenciando suas campanhas com essa abordagem, pois isso economiza muito tempo. O Google lida com tudo, desde o monitoramento de lances até o ajuste!

No entanto, se você quiser assumir o controle total de quanto paga por clique, precisará mudar tudo para o CPC manual ou para um mix de opções de lance, dependendo da campanha e dos objetivos. Isso permitirá que você se concentre nas palavras-chave que estão realmente apresentando desempenho e defina lances individuais de acordo.

Mas lembre-se: o lance manual não funciona por conta própria. Você precisará acompanhar de perto o desempenho da campanha, dos grupos de anúncios e das palavras-chave e fazer os ajustes.

2. Mude sua abordagem sobre as palavras-chave

Novas variações de palavras-chave:

Vamos supor que você esteja executando uma nova campanha para uma loja de flores, mas está enfrentando uma concorrência acirrada. Como você é uma pequena empresa, não pode se dar ao luxo de investir pequenas fortunas no Google Ads. Aqui, você pode definitivamente se beneficiar da pesquisa de palavras-chave adicionais. Uma boa ferramenta para ajudá-lo nessa busca de palavras-chave alternativas de baixo custo é o Planejador de palavras-chave (Keyword Planner).

Você pode usar algumas abordagens para encontrar novas variações de palavras-chave.

Como você pode ver na captura de tela abaixo, você pode inserir sua palavra-chave principal para obter ideias adicionais. Depois de fazer isso, você poderá filtrar os resultados por concorrência para encontrar palavras-chave com baixa concorrência e bom volume de buscas, por exemplo.

Ao realizar esse tipo de pesquisa de palavras-chave, você pode encontrar algumas opções muito boas para melhorar o desempenho de sua campanha e diminuir o valor médio do CPC ao mesmo tempo.

Incluir palavras-chave de cauda longa

Se você está anunciando para um segmento altamente concorrido, é provável que comece a enfrentar um custo por clique muito elevado nas campanhas.

Nesse caso, para evitar o uso de palavras-chave de alto custo, você pode fazer alguma pesquisa e tentar descobrir alternativas de palavras-chave de cauda longa.

As palavras-chave de cauda longa tendem a ter Índices de qualidade mais altos, e ter um Índice de qualidade melhor é a maneira mais eficaz de reduzir o CPC médio, mantendo uma boa média de posição do seu anúncio.

Lembre-se de que o Google calcula a classificação do anúncio multiplicando seu lance máximo de CPC pelo seu Índice de qualidade. Conseqüentemente, uma palavra-chave de cauda longa com maior Índice de qualidade seria mais econômica para sua campanha e ajudaria a reduzir seu CPC em geral.

Apenas uma dica de cuidado aqui: ao incluir palavras-chave de cauda longa, verifique se elas têm volume de pesquisa suficiente, porque, mesmo que possuam Índices de qualidade 10/10, elas não serão úteis para a campanha se também forem rotuladas como baixo volume de pesquisa 🙁

Use diferentes tipos de correspondência

Dependendo da estrutura da sua campanha e do segmento em que você está concorrendo, pode haver um valor médio de CPC para as mesmas palavras-chave em diferentes tipos de correspondência.

Você pode configurar sua campanha com diferentes grupos de anúncios para testar as mesmas palavras-chave em diferentes tipos de correspondência ou criar campanhas separadas para exibição no tipo de correspondência de palavra-chave diferente que deseja testar. Seja ampla, frase ou exata. 

Dica de especialista: Se você estiver preocupado com o custo de algumas dessas palavras-chave, faça o upload delas no Google Ads com a campanha em pausa e visualize as estimativas de lance de primeira página e de página superior recomendadas pelo Google para ter uma idéia da média de custo por clique para essas palavras-chave específicas.

Agora, digamos que você observe que a correspondência exata é muito mais cara que a ampla: Aqui, você pode optar por alterar suas palavras-chave de Exata para ampla para ajudar a reduzir o seu CPC.

Se você usar essa abordagem, inclua uma lista muito completa de palavras-chave negativas para filtrar o tráfego irrelevante. Lembre-se de que as palavras-chave em ampla também tendem a atrair mais tráfego, por isso é algo a ter em mente. Boa parte desse tráfego poderá ser bem ruim.

Sempre considere que a ampla é um tipo de correspondência muito menos restritiva. Portanto, se você observar os termos de pesquisa, perceberá que está recebendo cliques para consultas de pesquisa que incluem frases semelhantes, mas nem sempre exatamente, às palavras-chave da sua campanha. Isso explica por que a ampla tende a ser um pouco mais barata que as palavras-chave de correspondência exata ou de frase.

3. Melhore seu Índice de qualidade

O Índice de qualidade tem uma correlação direta com o seu sucesso no Google Ads. Ao otimizar seus Índices de qualidade , você pode melhorar significativamente o desempenho da sua campanha e reduzir o custo por clique ao mesmo tempo, pois o Índice de Qualidade é diretamente proporcional aos CPCs.

Maior Índice de Qualidade significa que o Google considera suas palavras-chave e anúncios como a melhor opção para os clientes que procuram esse serviço ou produto, além de recompensá-lo com cliques mais baratos.

Torne seus anúncios mais relevantes

A relevância dos anúncios da sua campanha faz parte da fórmula usada pelo Google para determinar o Índice de qualidade das suas palavras-chave. Para descobrir a relevância dos seus anúncios, você pode acessar a guia “Palavras-chave” e passar o mouse sobre o balão de cada palavra-chave para descobrir o nível de relevância do anúncio.

Uma boa maneira de melhorar a relevância do seu anúncio é incluir palavras-chave do grupo de anúncios no título e na descrição do anúncio, para garantir que sua página de destino seja da mais alta relevância para a palavra-chave.

Ao incluir as palavras-chave nos anúncios, você indicará uma relevância mais alta para o Google, o que traduz em um Índice de qualidade mais alto e um CPC reduzido para as palavras-chave nesse grupo de anúncios.

Lembre-se de que a fórmula básica para calcular a classificação do anúncio é Lance máximo de CPC x Índice de qualidade. Portanto, se você aumentar o Índice de qualidade, poderá tecnicamente se dar ao luxo de diminuir os lances e permanecer na mesma posição média.

Se o seu Índice de qualidade for bom o suficiente, você poderá superar os concorrentes que estão fazendo lances de forma muito mais agressiva, mas que não possuem um Índice de qualidade sólido.

Usar páginas de destino diferentes

Agora, se assumirmos que você cria anúncios realmente bons e altamente relevantes e conseguiu rotulá-los como “acima da média” pelo Google, você provavelmente ainda pode melhorar a relevância do seu anúncio.

A experiência da página de destino também é levada em consideração pelo Google como um fator para calcular o Índice de qualidade das suas palavras-chave.

Digamos que você tenha um anúncio excelente e relevante e seja rotulado como um “acima da média”, mas a experiência na página de destino está “abaixo da média”. Aqui, a melhor coisa a fazer é testar diferentes páginas de destino para encontrar a que é mais relevante para suas palavras-chave e seus anúncios. Tente encontrar uma página que inclua algumas das palavras-chave no seu grupo de anúncios ou que inclua alguns dos recursos que você destacou no anúncio. Teste landing pages ou apenas variações da página original. 

Ao alterar seus anúncios para gerar uma página de destino melhor, você poderá aumentar a relevância e, portanto, melhorar o Índice de qualidade das palavras-chave no grupo de anúncios, reduzindo assim o CPC médio.

Criar grupos de anúncios fortemente relacionados

O Google tem tudo a ver com relevância, portanto, criar listas de palavras-chave e grupos de anúncios com temas bem definidos é geralmente uma das práticas recomendadas para configurar uma campanha e obter um bom Índice de qualidade.

Com base na sua empresa e na configuração da sua página da web, você deve estruturar suas palavras-chave e grupos de anúncios por diferentes categorias de produtos e serviços que você fornece e deseja promover on-line.

Digamos que você tenha uma página da web que vende equipamentos de informática e algumas linhas, como laptops, computadores, tablets, etc.

Aqui você pode criar grupos de anúncios separados para cada tipo de linha de computador que você vende no seu site. Crie palavras-chave muito relevantes e selecione a melhor página de destino possível disponível para cada grupo de anúncios no seu site.

Por exemplo, se você tiver um grupo de anúncios para tablet, será necessário criar uma lista de palavras-chave muito relevante e um anúncio de texto altamente relevante, destacando recursos especiais do produto e mencionando as promoções que você possui atualmente.

Além disso, lembre-se de levar o cliente em potencial que clicou no seu anúncio para a página da web, onde encontrará o produto específico que está procurando (e não para a home, por exemplo).

Quando você conseguir fazer isso, certamente obterá um ótimo Índice de qualidade para suas palavras-chave e, portanto, uma média mais baixa. CPC.

4. Ajustar lances além das palavras-chave: locais, dispositivos e programação de anúncios

Todo profissional de marketing inteligente atuando com Google Ads sabe que os lances vão além das palavras-chave. Eles levam em consideração muitos outros fatores, como a localização do usuário, qual dispositivo eles usam e a que horas direcionam mais tráfego e leads.

E eles fazem lances de acordo. Podemos considerar, por exemplo:

  • Quais dias geram mais tráfegos e leads.
  • Qual hora do dia converte melhor.
  • Qual dispositivo é mais usado.
  • Qual local gera tráfego de qualidade superior.

Para diminuir o CPC, os anunciantes devem sempre considerar essas informações. Em seguida, por exemplo, se você descobrir que um determinado dia da semana está gerando apenas cliques e nenhuma venda, pode pausar ou interromper a exibição dos seus anúncios nessa data ou dia da semana. Por outro lado, você pode aumentar seu lance, para que seus anúncios se tornem mais visíveis nos dias em que geram cliques segmentados e vendas, aumentando sua taxa de conversão.

Para dispositivos, você deve seguir a mesma lógica, mas também deve considerar as tendências que o setor em geral tem. No que diz respeito aos dispositivos, muitos estudos têm mostrado que os telefones celulares são o principal dispositivo para os usuários hoje em dia, o que faz sentido, visto que vivemos na era dos smartphones.

No gráfico abaixo o CTR médio por dispositivo:

Conclusão

Embora a redução do seu CPC seja importante para ter sucesso no Google Ads e melhorar outros aspectos da sua campanha, esse não deve ser seu único objetivo final. O objetivo final da execução de uma campanha publicitária deve atender às necessidades de seus clientes em potencial e melhorar a experiência do usuário, o que consequentemente direcionará mais tráfego para seu site e tornará sua estratégia lucrativa.

Em outras palavras, não fique obcecado com métricas, especialmente com apenas uma. Baixar o seu CPC é apenas uma peça do quebra-cabeça.

Lembre-se também de que palavras-chave competitivas têm CPCs altos, mas tendem a ter as melhores taxas de conversão. Se você pensar bem, ninguém competiria por palavras-chave que não são convertidas. No final, você deve pensar nas suas palavras-chave como um investimento para o seu sucesso no AdWords.

 

Fator Digital

A Fator Digital é formada por uma equipe especializada, criativa e capacitada para executar projetos digitais com foco em resultados.
Atuação completa no planejamento de websites, portais e e-commerces e atuando ainda na gestão de campanhas online através do Google AdWords.

RECEBA NOSSAS NOVIDADES EM PRIMEIRA MÃO!

Preencha seu nome e e-mail abaixo e enviaremos automaticamente as novidades do blog da Fator para você.