Fator Digital - Performance e Resultados em Marketing Digital

Como explorar a sazonalidade do mercado na busca paga

A sazonalidade do mercado influencia diretamente o faturamento das lojas. Datas comemorativas, como o Natal e o Dia das Mães, representam lucro certo para o varejo, devido ao movimento atípico dos compradores de presentes. As estações do ano também causam oscilações no comércio – as vendas de sorvete tendem a ser maiores no verão, enquanto a procura por blusões de lã cresce no inverno.

Essa gangorra é uma velha conhecida dos empreendedores. Tanto é que os ciclos sazonais podem determinar todo o planejamento de um negócio, inclusive as promoções e as estratégias de marketing. Sendo assim, ao montar uma campanha de links patrocinados (a busca paga), nada mais natural que ficar de olho no calendário.

Como a sazonalidade impacta os resultados de busca

O comportamento do consumidor é relativamente previsível. Por exemplo, espera-se que o número de reservas em hotéis de cidades litorâneas aumente durante o Carnaval, especialmente se houver festas boas na região. Conhecendo essa tendência, a equipe de marketing de uma pousada em Florianópolis sabe que a busca por quartos começará uns meses antes, ali por outubro ou novembro.

Esse já será o período ideal para ajustar a campanha on-line. Com termos de busca certeiros, a empresa conseguirá otimizar os resultados. Em vez de usar uma palavra-chave mais abrangente, como “pousada em Florianópolis”, poderá apostar numa keyword do tipo “pousada Florianópolis Carnaval 2019”.

Provavelmente um anúncio no Google Adwords com essa expressão renda menos tráfego. Por outro lado, os prospects terão alta chance de conversão, já que procuram por um serviço bem específico.

A lógica vale para todos os segmentos de atuação e para qualquer período do ano. Só que a sazonalidade varia conforme o nicho de mercado. No ramo da Educação Superior, as épocas mais importantes são os meses anteriores ao vestibular (outubro a dezembro para as provas de verão, março a junho para as provas de inverno).

Já para as lojas de brinquedos, Dia das Crianças e Natal são o grande chamariz de clientela. Nas semanas que antecedem cada data comemorativa, é possível que buscas no Google como “presente para menino de dez anos” registrem índices mais elevados. Entendendo a cabeça do consumidor, fica mais fácil definir uma estratégia para a campanha de links pagos.

Como usar a sazonalidade numa campanha de busca paga

Agora que já explicamos como a sazonalidade funciona, vamos a exemplos mais práticos de como aproveitá-la numa estratégia de marketing digital. Vale lembrar que os casos que utilizamos para ilustrar a explicação são hipotéticos. Para você atingir o sucesso, precisa entender as particularidades de seu nicho de atuação.

  1. Faça uma lista com as palavras-chave sazonais

Para aproveitar ao máximo os ciclos temporários, você deve começar listando os termos de busca relativos ao evento em questão. Note que diferentes palavras-chave podem coexistir.

Em algumas cidades do interior, por exemplo, é comum que os restaurantes deem férias coletivas para os funcionários no recesso de fim de ano. Caso o seu estabelecimento permaneça aberto, tente explorar esse diferencial na campanha de links pagos para conquistar clientes. Algumas sugestões seriam “restaurante aberto no feriado”, “restaurante aberto nas férias” ou “jantar especial de Natal em Nova Prata”.

Lembre-se que as buscas do Google funcionam por geolocalização, então nem sempre o nome do município precisará constar na relação de keywords. No início, o processo de escolha dos termos vai na tentativa e no erro até que sua equipe possa mensurar os primeiros resultados.

  1. Use ferramentas específicas para planejar palavras-chave

A sazonalidade dos termos de busca pode parecer óbvia em alguns momentos, como no caso do restaurante aberto no Natal. Em outras situações, talvez você precise de uma ajuda mais técnica.

Serviços como o Google Keyword Planner são ótimos para ajudar na escolha das melhores palavras-chave. A ferramenta mostra o nível de interesse do público em relação a temas específicos, ao longo de um período determinado. Assim, é possível comparar as buscas para determinar quais expressões terão mais chances de conversão.

O melhor é que o Planner do Google é de graça, tornando-se grande aliado de empresas que estejam começando a estruturar um plano de marketing digital. Dá para ir testando possibilidades até encontrar o mix certo. Você também pode experimentar outras aplicações, como SEMrush, Keyword Tool e Moz.

  1. Invista no marketing de conteúdo

Em paralelo aos anúncios no Google Adwords, sempre vale a pena manter um blog atualizado. O objetivo é oferecer conteúdo relevante para o público-alvo, sem se esquecer do SEO estratégico no decorrer do post.

O alcance orgânico do site depende de diferentes fatores. Além do uso das keywords certas, o algoritmo do Google leva em conta os links internos e externos, bem como o tempo de publicação (páginas mais antigas tendem a ser mais relevantes, aparecendo nos primeiros resultados de busca).

Para driblar a concorrência, uma alternativa é gerar conteúdo para o Google Meu Negócio. Os posts, curtos e objetivos, têm duração limitada, mas aparecem em destaque para o usuário. Logo, eles podem atrair audiência para ocasiões específicas, como a temporada de férias ou uma promoção de Dia dos Pais.

  1. Monitore os resultados e faça ajustes

Como já dissemos, todo início de campanha de busca paga funciona naquele esquema de tentativa e erro. É necessário experimentar diferentes palavras-chave para verificar quais funcionam melhor com a audiência.

No entanto, conforme a equipe vai (re)conhecendo o território, consegue ir ajustando a estratégia para alcançar resultados mais efetivos. Portanto, use ferramentas que registrem dados de tráfego, como taxa de cliques e tempo de permanência no site. Sabendo interpretar as informações, sua equipe terá como definir palavras-chave mais precisas, ou realocar a verba para anúncios que tenham uma performance melhor.

Para encerrar, é importante ressaltar que a sazonalidade do mercado pode sofrer flutuações. Num verão muito chuvoso, as buscas por hotel na praia caem. Tempos de crise econômica também causam impacto no orçamento das famílias, restringindo alguns hábitos de consumo. Fique de olho nesses cenários para não investir além da conta numa campanha que terá baixo retorno.

Esperamos que as dicas de hoje sejam úteis para sua campanha de links patrocinados. Obrigado pela leitura e até a próxima!

Fator Digital

A Fator Digital é formada por uma equipe especializada, criativa e capacitada para executar projetos digitais com foco em resultados.
Atuação completa no planejamento de websites, portais e e-commerces e atuando ainda na gestão de campanhas online através do Google AdWords.