Fator Digital - Performance e Resultados em Marketing Digital

Checklist: Como está a Otimização/SEO do Site de sua Escola/Faculdade?

Você criou ótimo conteúdo. Tem estudantes, professores e colaboradores participando na produção. Mas será que tem alguém lendo? Será que os (novos) usuários conseguem encontrá-lo? A internet é bem grande e poluída. Com todo o investimento para criar conteúdo de qualidade, não deixe-o se perder. Não deixe de lado a otimização para mecanismos de busca (também conhecida como SEO – Search Engine Optimization).

Bom, vamos ajudá-lo nisso? Aqui estão 8 pontos importantes para a serem revisados na qualidade do SEO de um site de instituição de ensino.

Revise seu Conteúdo Atual

O melhor lugar para iniciar é otimizando o conteúdo que você já tem publicado. Faça uma revisão de ambos, o ON-PAGE e OFF-PAGE SEO. Alguns dos fatores on-page a serem revisados são:

Títulos das páginas e Meta Descriptions

Visitantes veem apenas esses dois itens quando buscam no Google e em Redes Sociais. É o motivo que os faz clicar no seu link ao invés de outros nos mecanismos de busca.

Meta tags e conteúdo geral

Não polua ambos com palavras-chave se repetindo desnecessariamente (como se fazia antigamente). O Google não gosta disso e pode prejudicar bastante seu site. Foque na palavra-chave principal na meta tag. Já o conteúdo deve ser facilmente lido pelos usuários, de forma a não se sentirem “bombardeados” pelo excessivo uso de palavras-chave. Dica: leia o post em voz alta. Se soar estranho, provavelmente você exagerou nas palavras-chave e bastará uma edição breve para simplificar o conteúdo.

Alt-text das imagens

O Google não consegue ler imagens. O “alt” é um atributo que descreve a imagem para o Google de forma que ele possa indexá-la (isso também é importante para dispositivos de leitura para deficientes visuais).
Os fatores off-page são os links de outros sites para o seu. Produza um conteúdo qualificado que responda dúvidas e questionamentos e rapidamente outros sites começarão a linkar para ele, gerando mais autoridade. Lembre-se também de fazer links internos no seu site para o seu próprio blog.

Pesquise Palavras-Chave

Não faça suposições sobre tópicos que seriam importantes para potenciais alunos e seus pais. Pesquise sobre o que eles estão buscando online.

Tenha em mente que usar palavras-chave para ter bom rankeamento não é como antigamente. Apenas repetir palavras-chave não irá melhorar o ranking do seu site. Na realidade, vai prejudicá-lo. O Google sabe exatamente o que você está fazendo.

Optimizar o seu site em torno de uma palavra-chave significa utilizar também os termos relacionados. Uma página sobre como produzir um bom currículo deve conter termos como “descreva sua experiência” e “cursos realizados”, ou outros termos semelhantes. Se a página simplesmente repetir “bom currículo”, o Google vai achar que você não tem nada muito importante para dizer.

A regra básica é: Escreva para humanos lerem.

Crie Conteúdos que Sejam Pilares

O conteúdo pilar é o conteúdo central por onde irá girar todo o seu SEO. Esse é o conteúdos dos cursos, institucional da Escola e as páginas sobre seus valores e objetivos. São páginas que você irá linkar a partir de outras na sua estratégia de conteúdo. Geralmente são páginas com tráfego elevado e diversos pontos de conversão.

Cada uma dessas páginas de conteúdo devem ser otimizadas em torno de uma palavra-chave. Embora sejam páginas que pouco mudam, atualize-as de vez em quando. O Google não gosta de conteúdos muito estáticos.

Atualize ou Redirecione Páginas Antigas

Você pode atualizar os conteúdos pilares adicionando alguma informação nova e/ou relevante. Por exemplo, ao final de cada página de curso, citar outros cursos ou programas relacionados.

Algumas páginas poderão ser realmente velhas e desatualizadas, como um curso que não existe mais ou um professor que não está mais na instituição e seu perfil precisa ser removido. Ao invés de simplesmente excluir essas páginas, redirecione-as para uma referência (como um novo curso semelhante ou um professor que está substituindo o que saiu). Isso pode ser feito com um redirecionamento 301, que “diz” ao Google que a página simplesmente mudou!

Utilize as Redes Sociais como uma Ferramenta de SEO

Porque elas são. Cada vez mais o conteúdo das redes sociais é indexado pelo Google, de forma que apareçam nos mecanismos de busca. Excessivo compartilhamento de conteúdo em redes sociais impacta na confiança e autoridade de uma página, o que afeta seu ranking (se muitas pessoas estão compartilhando seu conteúdo, é porque ele provavelmente é relevante). Além disso, as pessoas buscam nas redes sociais diretamente. Hashtags, palavras-chave, etc. De acordo com o Search Engine Land, “O Youtube é sem dúvida o segundo maior mecanismo de busca da Web”

Tenha um Plano para a Otimização para Dispositivos Móveis

Já são realizadas mais buscas em dispositivos móveis do que em computadores. Enquanto potenciais PAIS de alunos podem estar buscando em um desktop, seus potenciais alunos certamente não estão. Google já começou a marcar os sites como “amigáveis para dispositivos móveis” nas páginas de resultados, privilegiando aqueles sites responsivos ou com versões móveis. Como ele verá o site da sua instituição. Você pode fazer um teste em uma ferramenta do próprio Google clicando aqui

Crie uma Ótima Experiência de Usuário

Visitantes vão deixar seu site rapidamente. É o que chamamos de “rejeição” (“bounce”), que ocorre quando eles não encontram o que estão buscando. Ou se eles simplesmente não gostam do que estão vendo. Ou se acham difícil de ler. Ter um taxa de rejeição elevada em suas páginas pode matar seu SEO.

Quando os visitantes ficam muito tempo em uma página, o Google entende isso como um sinal de confiança e autoridade. E isso é bom para seu rankiamento.

Então preste muita atenção no design do seu site. As opções de navegação estão claras? Elas levam você para os locais corretos? Quantos cliques são necessários para o usuário chegar nos conteúdos que ele deseja? Use seus buyer personas para criar um conteúdo e navegação agradáveis para cada perfil. Separe o conteúdo por area de estudo ou tipo de graduação/pós, de forma que os usuários encontrem rapidamente o que buscam.

Webdesign envolve também o visual. Mobile ou desktop, deixe suas páginas limpas visualmente e fáceis de ler. Imagens e subtítulos ajudam a “quebrar” o conteúdo e deixar a experiência de leitura mais agradável.

Reavalie Tudo

Exatamente. Você validou toda a checklist, agora teste, analise e ajuste o necessário para ver os resultados aparecerem. Compare a performance de SEO de diferentes páginas de cursos, analisando onde elas diferem e porque. O que você aprendeu pelas páginas de melhor performance que poderia ser usado naquelas que precisam de uma melhora?

Analise as taxas de rejeição, tempo na página, número de links para ela, quantas páginas um visitante acessou. E o quão rápido as diferentes páginas carregam?
Assim como produção de conteúdo, SEO é um processo constante. Ele fica mais fácil a partir do momento em que você cria o processo e define os relatórios de performance. O processo de SEO garante que o conteúdo criado e publicado tenha a otimização SEO em mente. Os relatórios de performance irão dizer como tudo está transcorrendo.

O bom SEO garante que seu conteúdo esteja disponível para as pessoas que buscam por ele. Afinal, novos estudantes não poderão se matricular se não lerem seu conteúdo!

Post originalmente publicado no Hubspot.

 

Marketing Digital para Instituições de Ensino

EAD: O FUTURO
DO ENSINO NO BRASIL
Um Ebook exclusivo para profissionais de marketing de instituições de ensino.
Um histórico do mercado de Ensino à Distância no Brasil e as principais tendências para o futuro, trazendo indicadores de comportamento do público e como se preparar para captar melhor os alunos.
BAIXE AGORA O EBOOK

Fator Digital

A Fator Digital é formada por uma equipe especializada, criativa e capacitada para executar projetos digitais com foco em resultados.
Atuação completa no planejamento de websites, portais e e-commerces e atuando ainda na gestão de campanhas online através do Google AdWords.